Dicas, dicas e mais dicas de Buenos Aires…


Andamos muito de metrô em Buenos Aires e se perguntarem se há algum perigo? Certamente direi que não, basta pedir informações sempre para os funcionários do metrô, jamais para desconhecidos como fazemos aqui no Brasil. Evitamos o máximo pegar  taxi, mas pegamos um taxista muito bom que nos levou ao shopping Unicenter ( o maior de Buenos Aires e também o mais longe) e que  cobrou de nós R$35,00 para levar até lá. Enquanto que os “remisses (taxis “especiais e confiáveis”)”, indicados pelo hotel, cobrava R$ 80,00.

Almoçar próximo à Calle Florida não é muito bom, mas tem um restaurante italiano quase em frente ao Galerias Hotel , ótimo! A comida é gostosa e farta, o atendimento excelente ( os garçons têm a maior paciência com crianças, pois trataram meu filho muito bem!) e o ambiente muito acolhedor e lembra um restaurante italiano ( of course!).

Sempre pegávamos o metrô e íamos  almoçar no shopping do Abasto ( o metrô tem uma estação dentro do Shopping), o que facilitava muito o nosso deslocamento e podíamos variar constantemente o cardápio .

Para quem tem criança, levar um carrinho para carregá-la é muito bom, principalmente aqueles desmontáveis, porque economiza muito braço e energia para carregar os “chicos”! Sobretudo se você é como nós, que gosta de passear a pé e de conhecer lugares diferentes.

 

E como usamos o carrinho para passear!

Anúncios

Dicas de Buenos Aires I


Continuando o post anterior , Buenos Aires é uma cidade “mui bella!” Ficamos hospedados no Galerias Hotel ( um hotel muito bom), próxima a Calle Florida e a av. Santa Fé, por falar nisso, um ótimo local para se ficar principalmente porque é  perto de tudo ( da própria Calle Florida, da Galerias do Pacífico , do metrô etc.) e você economiza com taxi. O que aliás é uma boa! Pois, nem sempre eles são muito confiáveis, principalmente os que ficam perto da Cálida Flórida.

Um passeio que achamos ótimo e que vale a pena fazer, é um tour pela cidade no ônibus de dois andares. Existem dois: um da prefeitura( amarelo) e um particular ( azul). O azul você pega na praça que fica próxima à Calle Florida e Av. Santa Fé ele custa R$ 50,00 ( jan/2012) e possui três roteiros que abrange de norte a sul de Buenos Aires. E o melhor, você pode fazer os passeios em três dias diferentes e não precisa fazer tudo em único dia, porque é cansativo fazê-lo. Tem um guia que fala em espanhol, mas nas poltronas há  tradutores em diversas línguas, inclusive em português que vai relatando sobre cada monumento ou local visitado. Ele é mais barato que o da prefeitura, porque é mais simples, mas que não deixa em nada a desejar. Vale a pena experimentar!

 

Férias em Buenos Aires!


Nossa! A minha vida está uma loucura e andei deixando de lado o meu querido Blog, mas ainda bem que estou na área de novooooo!

Dicas de Buenos Aires

Nas férias de janeiro, fomos para Buenos Aires e como sempre peguei algumas dicas para viajar. Já tínhamos estado lá uns quatro anos atrás, mas naquela época não tínhamos filho. Por isso, procurei para o nosso passeio, informações que atendesse aos três:  turismo de compras, diversão infantil e cultural, é claro! 

Todos os sites diziam que Buenos Aires é o paraíso das compras, que tudo é muito barato, pois o Real está  mais valorizado (realmente é muito bom entrar em alguns lugares e os comércios aceitarem a nossa moeda com uma valorização cambial melhor do que as oferecidas em nosso país). Mas no que tange às compras,  estão postando informações incorretas ou ultrapassadas. Há quatro anos atrás realmente era, mas hoje não!!!!
Se você quer ir para conhecer a cidade, que realmente é muito bonita e agradável, ótimo! Mas, se for para encher sacolas, desista! Pois, tudo está muito caro e não vale a pena ir para gastar os nossos queridos e suados reais com coisas que têm aqui e que às vezes pode custar o mesmo preço ou até mais barato!

Claro que em uma viagem internacional, o que a maioria quer, é passar no Free shop e se esbaldar. Até aí tudo bem, no entanto, os  preços de alguns produtos de lá estão  com os valores iguais  aos cobrados nos nossos.

Outro fator que nos deixam  meios inquietos na Argentina, é a questão da insegurança em realação ao Peso. Apesar dele está bem desvalorizado –  segundo algumas informações,  40% da moeda da Argentina é falsa. O que faz com que você fique inseguro. Porque ladrão tem em qualquer lugar, mas você ficar preocupado se foi a uma lanchonete ou pegou um taxi e recebeu uma moeda falsa, isso deixa qualquer um insatisfeito com o local visitado.

E depois têm gringos dizendo que o Brasil é perigoso! Pelo que sei, nesta questão monetária estamos bem mais confiáveis do que nossos “hermanos”!

Floralis Genérica Floralis Genérica